Muitos ainda se perguntam o que é automação. Em suma, automação industrial consiste em aplicar tecnologias de software, bem como equipamentos e hardwares específicos voltados aos procedimentos produtivos. De fato, o objetivo principal de adotar automação industrial é implantar projetos capazes de impulsionar autonomia dos procedimentos de fabricação. Por conseguinte, reduz-se o esforço humano ao máximo no que tange a cadeia de valor.

Nos dias atuais, é importante saber o que é automação pois seu conceito está diretamente relacionado à indústria 4.0. Uma prova disso é que, de acordo com com a empresa global de pesquisa Transparency Market Research, especialista em inteligência e análise de mercado, entre os anos de 2019 e 2027, o crescimento da automação industrial será de 7,56% anuais.

Em razão disso, é possível dizer que a automação será uma tendência verdadeira no futuro da gestão do transporte e da logística. Afinal de contas, automação industrial é capaz de acelerar e otimizar a produtividade dos negócios, além de oferecer um maior controle de estoques e um maior atendimento às demandas de pedidos.

Assim sendo, muitos profissionais e especialistas acreditam que os sistemas WMS, usados em logística e transportadoras atualmente, ficarão obsoletos em pouco tempo, pois a implementação de máquinas é uma perspectiva a curto prazo.

Entretanto, muito embora automação seja uma tecnologia inteligente, com imenso potencial para crescimento, elas ainda contam com manipulação de humanos para o aprimoramento do fluxo de seus processos.

Quer saber como a automação será útil para as transportadoras e empresas de logísticas no futuro e qual a importância de adotar um sistema de automação?

Confira esse artigo e conheça todos os tipos de processos, como processo de negócio, processo de trabalho, processos industriais, processos organizacionais, dentre outros controle de processos.

Entenda o que é automação industrial, como funciona, quais seus benefícios e como aplicar de modo eficaz na sua empresa. Descubra de vez, com esse guia completo, o que é automação e como essa tecnologia pode mudar seu negócio. Assim, você alavanca sua produtividade e promove um corte de custos.

Ficou curioso? Isso e muito mais você confere abaixo!

Sistema de automação

Segundo a IFR (Federação Internacional de Robótica), o sistema de automação já é uma realidade com impacto do cenário econômico mundial. No ano de 2015, as vendas de dispositivos robóticos alcançaram as 250 mil unidades.

Com base nisso, estima-se que até 2020, mais de dois milhões e meio de sistemas de automações sejam implantados em empresas. A Ásia, por exemplo, juntamente da China, aderiu à tecnologia e chegou a representar 69% da totalidade do mercado robótico mundial no ano de 2015.

Os Estados Unidos e o México, ambos países com forte concorrência e desenvolvimento no mercado, têm acelerado seus investimentos em robôs e automações em geral.

Segundo Richard Ellis, chefe de Pesquisas Industriais da CBRE, a maior das empresas mundiais no quesito investimentos e serviços imobiliários comerciais, o desempenho industrial, a distribuição e a logística estão se orientando em uma direção de operação mais especializada. É por essa razão que estamos testemunhando um aumento na utilização de sistemas de automação e computadorização. Sem dúvida, a tendência desse movimento é seguir nessa direção.

Levando isso em conta, é correto dizer que, para atender o mercado, a automação necessita andar lado a lado com economia de escala. Assim sendo, isso pressiona as transportadoras e empresas de logística a se adaptarem às novas tecnologias e conceitos de negócio ou caírem em uma falência e ostracismo já cronometrado. Ou seja, é necessário selecionar os pontos em específico para sua localização, bem como realizar investimentos visando se tornarem maiores, contando assim com uma gestão logística mais enxuta.

Automação e transportadoras do futuro

Para as transportadoras e para a logística das empresas do futuro, automação é algo que irá revolucionar o modo como as instalações são, não apenas conservadas, como também construídas.

Adotar recursos e sistemas tecnológicos para o processo de trabalho nos espaços, entretanto, não será o bastante. Ou seja, também haverá necessidade de melhoria em todos os processos industriais, como no processo de trabalho e no processo de negócio.

Em suma, todos os tipos de processos terão que investir em sua infraestrutura, incorporando softwares flexíveis, capazes de atender às particularidades do processo de negócio.

De fato, modernizar uma transportadora ou empresa não é uma tarefa das mais simples. Por isso, os gestores se veem no papel de construir espaços inovadores e modernos para o armazenamento.

Por exemplo, os novos depósitos do futuro tendem a ter um planejamento em camadas mais altas, o que auxilia na hora de comportar todo o peso – juntamente com as estruturas das máquinas. Nos Estados Unidos, isso já é uma realidade, visto que mais de 85% dos depósitos possuem tetos com elevação superior a oito metros de altura, não raro alcançando os onze metros de altitude.

O impacto da automatização na mão de obra

Uma das questões de maior interesse para profissionais ao incorporar tecnologias de automação em suas gestões logísticas está ligada ao impacto que esta tende a exercer quando o assunto é a mão de obra. Afinal de contas, conforme estima a CBRE, 45% da totalidade da produção do mundo será realizada por intermédio de tecnologia automatizada até o ano de 2025 .

Segundo relatórios disponibilizados pelo Bank of America, o custo da mão de obra na fabricação se tornará consideravelmente mais baixo no mercado quando comparado aos anos anteriores.

Isso não significa que as tecnologias computadorizadas irão eliminar o trabalho humano. No entanto, a mão de obra certamente irá evoluir para perfis mais qualificados, de acordo com analistas de pesquisa da CBRE.

Conforme as operações robóticas se tornarem mais requintadas, elas exigirão especialistas mais aptos e capacitados para supervisão desses tipos de processos tecnológicos. É o exemplo dos transportes autônomos e das impressões 3D.

É importante lembrar que grande parte das funções desempenhadas por robôs estão relacionadas às tarefas bastante básicas e de execução fácil. Não obstante, atividades mais complexas acabarão naturalmente exigindo a colaboração de profissionais mais preparados para os processos industriais e demais processos de trabalho.

Softwares de processos organizacionais

De fato, a conquista de espaços industriais por parte de robôs e tecnologias computadorizadas pode se tornar preocupante uma vez que não haja domínio ou controle da inteligência. Diversos gestores ainda têm dúvida quanto à qualidade destes serviços, ou até mesmo a respeito da segurança em ter suas transportadoras e empresas comandadas e movimentadas por máquinas robóticas.

Por esse motivo, os softwares especializados em processos organizacionais são bem-vindos na hora de assessorar gestores na transição de uma transportadora tradicional para uma transportadora do futuro. Afinal, se antigamente um trabalhador era responsável por executar uma atividade, agora essa mesma atividade pode ser realizada por meio de processos automatizados.

Desse modo, a sequência de dados e informações inevitavelmente passará por mudanças, sendo necessário contar com um sistema de automação industrial e gerenciamento para sua empresa. Todos os dados e interfaces geradas devem ser flexibilizadas a depender com o nível e o tipo de automação de cada empresa.

Plataformas automatizadas

Por exemplo, uma plataforma moderna, potente e com design reativo permite aos gestores uma coordenação e fiscalização do trabalho automatizado de modo mais simples e descomplicado. Além disso, um sistema automatizado e eficiente também contribui para a operação de armazenagem, tornando-a mais estruturada e otimizando mais ainda a gestão de logística.

Esse pacote tecnológico, unido aos robôs, preparará as transportadoras para atender com maior eficiência de mercado, assegurando vantagens competitivas em relação aos seus concorrentes. Embora as operações sejam praticadas por meio de máquinas, são os trabalhadores que irão direcionar a tecnologia automatizada para o desempenho das tarefas.

Isso permitirá aos gestores reduzir a margem de erro humano, oferecendo mais controle de processos e garantindo resultados mais seguros e assertivos para todo o time de profissionais.

Além do controle de processos, um sistema computadorizado e robusto é um divisor de águas. Sobretudo na hora de aprimorar as operações relativas a armazenagem e aos processos de logística.

As transportadoras empresas do futuro já são uma realidade, uma vez que os processos automatizados deixaram de ser uma alternativa. Hoje, eles podem ser considerados como uma tendência mundial.

Assim, a utilização de ferramentas tecnológicas que visam agilizar os transportes de mercadoria de uma transportadora, diminuindo os erros humanos e gerando um ecossistema mais harmônico, é algo que já pode ser considerado como obrigatório para quaisquer empreendimentos que desejam se manter relevantes no atual cenário contemporâneo.

Desafios das transportadoras modernas

São diversos os desafios que transportadoras e empresas logísticas enfrentam, uma vez que desconheçam as vantagens de um sistema automatizado eficiente e funcional.

Atrasos podem ocorrer nas entregas de mercadorias, bem como contingências em operações. Assim, cria-se uma engessada cultura operacional que acarreta impactos negativos por todos os setores da cadeia de suprimento.

Com a automação dessas tarefas, é possível melhorar o tempo útil dos trabalhadores, aumentando a produtividade da equipe e mantendo o crescimento alinhado aos planejamentos.

Como funciona a automação de transportadoras?

Atualmente, gestores de logística já são capazes de escolher entre uma enorme variedade de maquinários robóticos e outros sistemas automatizados disponíveis no mercado. Um exemplo disso são as esteiras inteligentes, que hoje são capacitadas para separação de itens por tamanho, peso e categoria.

Muitas empresas também já adotaram o braço robótico, tecnologia que realiza a coleta de cargas em suas respectivas localidades. Essas soluções, além de demandarem um esforço físico menor, agilizam tarefas por todas as operações de armazenagem.

No entanto, essas funcionalidades, por mais tecnológicas que sejam, não podem trabalhar sozinhas e isoladas. Assim, se faz necessário o auxílio de uma central competente para o gerenciamento da transportadora, recolhendo dados e gerindo processos através de um único painel. É aí que entram os sistemas de automação industrial.

Por que a sua transportadora deve automatizar a operação?

O uso de soluções e equipamentos de automação industrial acarreta os mais variados benefícios para os setores logísticos. A aplicação de tecnologias computadorizadas agrega eficácia para a separações de cargas. Além disso, diminui o esforço físico e oferece uma maior acuracidade e segurança para os gestores.

Entretanto, não é uma tarefa tão fácil lidar com a automação sem contar com um software especializado. Um sistema automatizado pode ser considerado como um braço direito para qualquer gestão.

Afinal, ele facilita a comunicação entre a equipe de logística, utilizando todo o acesso em tempo real às informações. Além disso, permite uma acuracidade maior dos dados coletados.

Com isso, a operação de armazenagem como um todo se torna mais eficiente e funcional, reduzindo drasticamente a taxa de erros cometidos por mão de obra humana.

A Rabbot é uma solução pronta para as transportadoras orientadas para o futuro. Afinal, é capaz de lidar com os conceitos novos da logística e tecnologias mais modernas, essas que nascem a cada dia para robotizar os grandes centros de distribuições.

Solução Rabbot para transportadoras

A Rabbot oferece uma solução para transportadoras e gestores de logística que permite automatizar os cronogramas de manutenções corretivas e preventivas, garantindo assim o funcionamento máximo de maquinários e frotas. A plataforma respeita o novo modelo de operação, encaixando corporações em uma era de transformação digital baseada na Intelligent Process Automation.

A plataforma IPA funciona orquestrando e automatizando todas as jornadas relacionadas à gestão de veículos para empresas como indústrias, seguradoras, locadoras e transportadoras. Por meio desses recursos oferecidos pelo sistema Rabbot, sua corporação lucra com ganhos exponenciais e uma performance operacional combinada à diminuição de custos.

A partir dela, é possível gerenciar todos os aspectos de frota, desde sua aquisição até a etapa de descomissionamento. Além disso, o software pode ser integrado a outros sistemas da empresa. Entre esses, o sistema se integra a setores financeiros e de compras, executando tarefas de pagamentos, gerenciamentos de faturas e reordenação.

Estes são válidos não apenas para processos, como também para procedimentos de relatórios. Estes, por sua vez, podem ser automatizados, reduzindo as tarefas de cunho administrativo e aumentando a eficácia operacional.

Os efeitos desse gerenciamento moderno vão muito além das planilhas para o cumprimento do procedimento de conformidade. Ele oferece estrutura avançada, junto a uma capacidade de integração que apoia totalmente a eficiência no controle de frota. Para contratar os serviços de automação industrial, entre hoje mesmo em contato com a Rabbot!

Share This